domingo, 26 de agosto de 2012

Teorias conspiratórias e ateísmo


O ateu, teoricamente, não acredita em NADA. Porém, a maioria dos que se dizem "ateus" preocupam-se mais em provar para si mesmos e para o resto do mundo que Deus não existe do que simplesmente seguir a sua doutrina.

Assim age o diabo na sociedade: ele convence as pessoas de que Deus pode ser "contornado", na maioria das vezes com teorias que não tem nada a ver com os princípios bíblicos. - Mais tarde, o diabo usa essas teorias em favor dos ateus, para confundir os que acreditam que fazem a vontade de Deus.

"Quem és tu, ó homem, para discutires com Deus?! Porventura, pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim?" (Romanos 9:20)
Quando se questiona a vontade de Deus, se questiona a própria vida.

Ora, se Deus nos criou (porque até para os ateus, a criação não faz sentido), deve existir algum propósito, pois tudo o que existe na natureza é perfeito e adaptável! Tudo tem um motivo de existir! E assim somos nós, criaturas de Deus.

 "Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas." (Efésios 2:10)
Fomos criados com um propósito. Cada um deve descobrir por si próprio, seguindo o caminho que Deus nos ensinou através de Seu Filho, Jesus.

Encontre o seu.

Envie um e-mail para pregadoresdoev@gmail.com e tire suas dúvidas!

3 comentários:

Connectiva disse...

Você acredita que toda a população deste planeta com exceção daqueles que compartilham a mesma crença que você - e é claro, excluindo as seitas rivais – passarão a eternidade em um Inferno de sofrimento infinito. E ainda considera sua religião a mais “tolerante”, “amorosa” e “humilde” de todas.

Roberto Copeti disse...

Questão de evolução...
A verdade é que, antigamente, poucos sabíamos sobre leis da física e o universo. Fenômenos naturais poderiam ser considerados como “medidores do humor” dos deuses. Uma sociedade do século V poderia achar que um raio era obra de deus, ou se uma doença contaminasse sua população, seria considerado um castigo divino sobre os pecadores.

Ao longo da história, os fenômenos passaram a ser entendidos.
As ciências evoluíram e, atualmente, conseguimos explicar grande parte das coisas que acontecem ao nosso redor.
O conhecimento humano foi evoluindo e os ateus foram aumentando de numero conforme entendemos melhor o universo em que vivemos.

Podemos entender esse aumento do nosso desenvolvimento observando os países em que o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é maior e fazendo um balanço de acordo com o número de pessoas religiosas que o habitam.
Uma profunda pesquisa realizada em 2011 e publicada no Financial Times mostrou as taxas de população ateia nos Estados Unidos e em cinco países europeus.
As menores taxas de ateísmo estão nos Estados Unidos, apenas 4%, enquanto as taxas de ateísmo nos países europeus pesquisados foram consideravelmente mais altas: Itália (7%), Espanha (11%), Reino Unido (17%), Alemanha (20%) e França (32%).
Os números europeus são semelhantes aos de uma pesquisa oficial da União Européia (UE), que relatou que 18% da população da UE não acreditam em um deus.
O estudo mostra ainda uma porcentagem estimada de ateus de 85% na Suécia, 80% na Dinamarca, 72% na Noruega e 60% na Finlândia.
Segundo o Escritório Australiano de Estatísticas, 19% dos australianos declararam-se como “sem religião” ou ateus.
Entre os japoneses, 64% são ateus, agnósticos, ou não acreditam em um deus.

Por outro lado, os países mais miseráveis – e conseqüentemente com baixos índices de educação e conhecimento - são os mais religiosos, como é o caso de Bangladesh, Nigéria, Iêmen e Indonésia.

Fica fácil verificar que estes países - com maior número de ateus - são os que ocupam os primeiros lugares no ranking do IDH de 2010, mostrando claramente que o ateísmo está diretamente ligado as melhores condições sociais de um país.
Desta maneira, a quantidade de ateus crescendo no mundo tornou-se uma forma confiável de medir a evolução da humanidade.

Felipe Aguirra disse...

Podemos notar também, que são nos países mais desenvolvidos onde o numero de suicídios é maior, assim como o numero de pessoas que sofrem de depressão.

Ser religioso não é ser de Deus. Isso é fato. vemos isso na vida da maioria dos cristão, que estão "convencidos", e não "convertidos".

A minha intenção não era criar aqui uma discussão sobre a existência de Deus, mas provar aos ateus que eles creem mais do que imaginam!

Pelo que vejo, Connectiva e Roberto creem que a evolução e a ciência estão certos, e a defendem acima de tudo! - Portanto, seu deus é a ciência, querendo ou não.

Um deus não é um ser invisível que criou a vida, mas é aquilo em que você põe a sua fé. - alguns creem que maradona é deus, outros creem até que o Goku (Drangon Ball Z) é deus! - isso porque colocam toda a sua fé nessas pessoas.

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...